Diário do Brincar #3

20 abr 2016

Diário do Brincar #3

Sobre o que realmente me importa:

Crianças que conseguem pela primeira vez pular corda, rodar pião e fazer grandes bolhas de sabão.

Crianças que se encantam com as cores das cabanas, das miçangas, do balão e do desenho feito à mão.

Crianças que se identificam com personagens de histórias cantadas e tem também aquelas que não

querem saber de história, que descobrem a palavra só de ouvir a melodia do violão..

Em cada criança, um existir no coração.

Vi muito boneco de porcelana virar boneco de pano,

pés descalçados e calçados correndo no ‘esconde- esconde’ sendo pegos ou se salvando.

Faz parte se ralar e chorar, se ralar e sorrir, se sujar e seguir brincando.

E desde então sigo por aí brincando com pandeiro e violão, com corda e pião,

de rio vermelho, amarelinha, miçanga e bolha de sabão.

Brinco pra aprender e ensinar as coisas que vencem o tempo,

que fazem a infância voltar nem que seja em um breve momento.

E essa foto é do melhor dueto do ano até agora, cantando juntos no Jardim Pantanal.

– Registro do Alan Oliveira.